PARQUES TECNOLÓGICOS

O QUE SÃO

Um Parque Tecnológico é um complexo organizacional que agrega, num mesmo contexto espacial, empresas de base tecnológica (EBT's), universidades e outros centros de pesquisa e desenvolvimento (P&D), de natureza pública ou privada. Seu objetivo é incentivar a inovação tecnológica por meio do fornecimento de infraestrutura e serviços compartilhados e da promoção de interações cooperativas entre as instituições nele instaladas.

Minas Gerais possui três parques em operação (Belo Horizonte, Viçosa e Itajubá) e três em implantação (Lavras, Juiz de Fora e Uberaba). Os parques mineiros já são uma realidade concreta e com visibilidade internacional, sendo afiliados à Associação Internacional de Parques Científicos (IASP).

O Parque Tecnológico é uma organização gerida por profissionais especializados que tem como objetivo fundamental incrementar a riqueza da comunidade local, promovendo a cultura da inovação e a competitividade das empresas e instituições geradoras de conhecimento instaladas no parque ou associadas a ele. Seu sucesso e proliferação por todo o mundo os transformou em referência como política de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I), uma vez que eles permitem atingir com eficiência diversos objetivos de políticas públicas, entre eles:

  • criação de novas oportunidades de negócios e adição de valor a empresas maduras;
  • fomento ao empreendedorismo e à incubação de empresas inovadoras;
  • geração de empregos qualificados e intensivos em conhecimento;
  • construção de espaços de atração para os novos profissionais do conhecimento;
  • aprimoramento da sinergia e da transferência de tecnologia entre universidades e empresas.

Resultados

  • Parques em operação:
  • Parque Tecnológico de Belo Horizonte (BH Tec);
  • Parque Tecnológico de Viçosa (TecnoParq);
  • Parque Tecnológico de Itajubá (PCTI).

 

  • Parques em implantação:
  • Parque Tecnológico de Lavras (Lavrastec);
  • Parque Tecnológico de Juiz de Fora (PCTJFR);
  • Parque Tecnológico de Uberaba.

 

Investimentos SECTES em Parques Tecnológicos -> R$ 64.2 milhões*
Faturamento das empresas residentes/associadas aos três Parques em operação -> R$ 118.3 milhões*
Postos de Trabalho (aproximadamente) -> 483*
Impostos Gerados -> R$ 13.3 milhões
Novos produtos/serviços inovadores -> 54

Fonte: SECTES/Centev.

*Dados: até 2014

** Sem informação do Tecnoparq

Notícias Relacionadas

Finit Tour - Itajubá

A edição itinerante da FINIT Tour chega ao Sul de Minas com um dia inteiro voltado à tecnologia e à inovação em Itajubá.

Divulgação

Em setembro, as Olimpíadas das Startups trarão espírito competitivo para a capital mineira

Divulgação

A Sedectes, por meio do seu projeto HUB Minas Digital, irá mapear os empreendimentos e startups de base tecnológica de Minas Gerais para possibilitar o desenvolvimento do ecossistema mineiro.

Gabriel Maciel

O segundo dia da Finit movimentou o Expominas. Durante a quarta-feira empresários e startups realizaram muitas conexões.

FOTOS