Inspiration Day reúne grandes empresários mineiros
Workshop debateu soluções para inovar de forma rápida, barata e eficiente por meio de startups nacionais e internacionais
Publicado: 18/06/2018 16:09

Foto: Gabriel Maciel
Foto: Gabriel Maciel

O Hub Minas Digital, programa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), realizou, na última sexta-feira (15/6), em Tiradentes, a 4ª edição do Inspiration Day. O evento aconteceu dentro da programação do Conexão Empresarial, fórum promovido pela VB Comunicação.

O Inspiration Day reuniu 60 empresas para apresentar um ciclo de inovação aberta com desafios, soluções, testes e resultados. Grandes empresários mineiros puderam entrar em contato com startups nacionais e internacionais durante o evento. A metodologia usada foi desenvolvida pela The Bakery, aceleradora inglesa. Líderes de diversos segmentos trocaram ideias, apresentando desafios e recebendo orientações de profissionais renomados do mercado. A cada edição, seis startups se apresentam ao mercado.

A edição de Tiradentes contou com quatro startups belo-horizontinas - BeConnected, ComOferta.com, Follow, e PsicologiaViva -, além de duas estrangeiras - Qriously, dos Estados Unidos, e SeeFashion, do Reino Unido.

A dinâmica do evento colocou vários empresários divididos em seis mesas. Cada startup teve seis minutos para se apresentar em cada grupo e, ao final do tempo, os empreendedores partiram para a mesa seguinte em busca de possíveis novos parceiros.

“Os empresários estão cada vez mais perto do mundo da inovação. Aproximar o mundo das startups das empresas é fundamental para um novo cenário do desenvolvimento econômico” destaca o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Dias. O empresário Salvador Ohana, da rede masculina de lojas Klus, avaliou como positiva a participação no evento. “Como meu ramo é varejo, vi que a gente pode melhorar bastante nossa marca, conversar melhor com nosso cliente, usando startups ou novas tecnologias. O mercado está mudando e realmente, se o varejo não se transformar no próximos cinco anos, o tradicional vai acabar. A gente tem que inovar e usar as startups, como vi aqui. Fiquei impressionado de ver como está evoluído esse setor com o apoio do governo do estado”, disse. Do outro lado, à frente da startup Follow, focada em ajudar empresas a gerenciar metas de funcionários, melhorar clima organizacional e motivá-los a partir de gamificação, a empreendedora Lídia Martins acredita que eventos como esse são valorosos. “Estamos conectando a empresas enormes. É difícil ter acesso a tantos grandes empresários em um só dia.”