Uaitec investe para que Minas Gerais se torne referência em Tecnologia da Informação
Oferta de cursos gratuitos à população na área de TI, e também de idiomas, tem mais 34 mil vagas nos 17 territórios de desenvolvimento. Com isso, número de profissionais qualificados chega a 40 mil
Publicado: 13/02/2017 09:38 | Atualizado: 13/02/2017 09:39

Foto: Gabriel Maciel/Sedectes
Foto: Gabriel Maciel/Sedectes

O fotógrafo e professor autônomo Leonardo Teixeira Grossi, 45 anos, colhe os resultados do curso de Desenhista de Web, um dos oito oferecidos gratuitamente pela Uaitec para qualificação profissional nas áreas de Tecnologia da Informação e idiomas. Ele pôde reciclar seus conhecimentos em edição de imagens e também em empreendedorimo. Hoje tem uma visão mais ampla dos negócios. "Através dos cursos que eu fiz, inclusos no meu currículo, é que mostro a qualidade e profissionalismo do meu trabalho", diz.

Novas oportunidades como esta são oferecidas pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), que abriu inscrição para a segunda turma de capacitação em Tecnologia da Informação da Universidade Aberta Integrada (Uaitec), ofertando 34 mil vagas em todos os 17 territórios de Minas Gerais. Estes vão se somar a 16 mil alunos que participaram da primeira turma, entre eles Leonardo Grossi..

A iniciativa da Sedectes busca fortalecer e ampliar o ecossistema de empreendedorismo e inovação em Minas Gerais, que já figura como o segundo maior em informação do Brasil.

Os cursos de capacitação profissional ofertados, na área de Tecnologia da Informação têm diversas opções, como Desenhista de Produtos Gráficos, Analista de Mídias Sociais, Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos, Programador de Dispositivos Móveis, Programador Web e Programador de Sistemas, além dos cursos extras de inglês e espanhol. Os conteúdos seguem a Classificação Brasileira de Ocupação (CBO), publicação que lista as diversas atividades de trabalhadores no país.

"A oferta dos cursos nas áreas de Tecnologia da Informação e idiomas está dentro do escopo de projeto maior, o 'Minas Digital', com o objetivo de fornecer ferramentas para que os cidadãos se qualifiquem e tenham possibilidade de abrir suas próprias empresas e para que o estado ganhe visibilidade e seja um local onde tudo acontece. Estamos na esteira do crescimento e desenvolvimento e esses já são os avanços para que Minas se torne referência internacional em tecnologia"

Patrícia Gomes, gerente do Ensino à Distância da Uaitec 

De acordo com Patrícia, os cursos em Tecnologia da Informação, ofertados desde 2016, vêm sendo formatados para chegar ao modelo de sucesso atual. Só no ano passado recebeu 16 mil inscritos.. "À medida em que o sucesso for despontando a ideia é que as empresas busquem a mão mineira da área de tecnologia", afirma a gerente da Uaitec.

 

A capacitação, totalmente gratuita, é oferecida para qualquer pessoa que já tenha concluído o 9º ano do ensino fundamental, em todas as 100 unidades dos territórios mineiros.

A qualificação e a certificação profissional da população possibilitam avanços sociais, abrindo inúmeras oportunidades de emprego e geração de renda.

A didática é um diferencial atrativo porque os alunos têm liberdade de estudo na modalidade semipresencial, onde ele pode se qualificar em casa, comparecendo à Uaitec somente uma ou duas vezes por semana.

A segurança para o aluno em seu aprendizado é o suporte de web-chats e ferramentas como aplicativos, softwares e linguagens de programação, os mais atualizados, de acordo com o que o mercado está utilizando.

As seis modalidades em Tecnologia da Informação têm duração de 3 meses, com 200 horas aulas, sendo 40 horas iniciais de empreendedorismo e mais 160 horas aulas de conteúdo específico de acordo o curso escolhido.

Os cursos de idiomas, nas línguas estrangeiras inglês e espanhol, são ofertados em quatro turmas. O inglês é oferecido no nível intermediário, com duração de seis meses. Já o espanhol é para o nível A2 (nomenclatura internacional), com duração de 1 ano e meio, com frequência presencial de duas vezes por semana.

Emprego do futuro

O fotógrafo Leonardo Grossi fez seu curso realizado na Uaitec de Sabará. O conteúdo se dividiiu entre presencial, com videoaulas com duração de três horas, e exames para certificação, o que possibilitou adquirir uma base teórica avançada e atual para argumentar sobre a qualidade de seu trabalho e ser valorizado e reconhecido no mercado.

"O curso sem dúvida é produtivo, hoje em dia uso os conhecimentos dos programas tecnológicos no dia a dia do meu trabalho, pois o aprendizado é muito atual e aplico na área de fotografia. Os conhecimentos sobre empreendedorismo, primeiro módulo do curso de Desenhista Web, também estão me beneficiando muito porque envolvem todo o planejamento financeiro do negócio, atendimento ao cliente, ou seja, é um curso completo"

Leonardo Teixeira Grossi, fotógrafo e professor, ex-aluno da Uaitec Sabará

Para o estudante de Relações Públicas e assessor de imprensa Cássio Rocha, 26 anos, o curso abriu de imediato uma oportunidade de emprego, já que as empresas na área de interesse buscavam alguém com perfil específico para ocupar as funções.

O ex-aluno da Uaitec no curso de Mídia Sociais, realizado em 2016, buscou ampliar seus conhecimentos e aprimorar as funções ligadas à sua área de atuação profissional.

“O curso superou todas as minhas expectativas porque é bastante atualizado com o contexto da realidade, engloba conhecimentos complementares e importantes para o planejamento do trabalho, como marketing digital, empreendedorismo, indo muito além do conhecimento das redes sociais, ou seja, o curso dá uma boa base para atuar no mercado de trabalho. Para mim foi fundamental para conseguir um emprego”

Cássio Rocha, estudante ex-aluno do curso de Mídias Sociais da Uaitec

Hoje, após o curso, Cássio trabalha no Instituto Gammom e atua diretamente na área de Ciência e Tecnologia. Ele avalia que sem o curso não seria possível esta colocação, pois o curso de Mídias Sociais é um conhecimento específico não fornecido na universidade.

Cursos abertos 

As vagas em Tecnologia da Informação e idiomas para a Uaitec de Belo Horizonte já estão completamente preenchidas. Existem ainda oportunidades para Região Metropolitana e cidades do interior. Os interessados deverão se cadastrar no portal www.uaitec.mg.gov.br.

Os que buscam conhecimento na área de Tecnologia da Informação terão até10 de fevereiro para se inscreverem pelo portal uaitec.mg.gov.br. Após a confirmação do cadastro, o aluno deve se dirigir a um dos polos, levando a documentação exigida para realização da matrícula no curso desejado.

As vagas serão preenchidas por ordem de chegada e o material didático completo será distribuído no começo das aulas, previstas para março. O material está incluso em todos os cursos. Para cursar idiomas, o aluno interessado tem que passar pelo teste de nivelamento como requisito.  Neste caso, é feita uma prova online na própria unidade da Uaitec. 

Após confirmação, via email, o aluno irá pessoalmente até a unidade de preferência com cópia da documentação exigida. 

Todas as opções de cursos na área de Tecnologia da Informação terão acrescidas disciplinas de empreendedorismo e inovação, motivando os alunos a desenvolverem atividades diferenciadas para o mercado. A duração é de três meses, com carga horária total de 200 horas, na modalidade semipresencial. Isso significa que haverá aulas online e encontros nas unidades, com auxílio de tutores.

O que é a Uaitec?

A Rede Uaitec - Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais - é um programa do Governo de Minas Gerais, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), que visa oferecer, de forma gratuita, qualificação profissional por meio da implantação de uma rede de polos de educação a distância.

O programa visa ampliar, democratizar e interiorizar o acesso a conteúdos pedagógicos que sirvam para qualificação e requalificação da mão de obra e para formação profissional.

Estrutura

  • Salas de Educação a Distância, com capacidade média de 25 alunos em cada uma, conectadas através de um avançado sistema de videoconferência, TVs de LED, além de Lousa Interativa Digital com Sistema Multimídia;
  • Salas de Informática;
  • Acesso aos Laboratórios Virtuais;
  • Acesso a várias Bibliotecas Virtuais.

Todos os ambientes possuem acessibilidade para deficientes físicos.