Ministério da Educação visita Uaitec de sistema prisional
Modelo de ensino tecnológico ofertado em presídios mineiros é inédito no Brasil
Publicado: 08/09/2016 11:42


O subsecretário de Ensino Superior, Márcio Rosa Portes, acompanhado da superintendente Cristiane Saldanha, foi, em julho, até Brasília apresentar ao Ministério da Educação (MEC) os projetos desenvolvidos pela equipe de ensino tecnológico profissionalizante da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes). A iniciativa rendeu bons resultados para o Governo de Minas Gerais.

Na última semana, o representante da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Franclin Costa Nascimento, esteve em Belo Horizonte para conhecer os projetos da Sedectes. O subsecretário Márcio Portes, juntamente com os superintendentes Euler Darlan e Cristiane Saldanha, apresentou a unidade da Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (Uaitec) instalada no Presídio Antônio Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves.

O projeto faz parte dos programas de ressocialização da população carcerária. Os detentos podem escolher entre os 71 cursos de capacitação disponíveis na rede. A estrutura da unidade conta com duas salas de educação a distância com capacidade média de 25 alunos, conectados por um avançado sistema de videoconferência. Além disso, há TVs de led e lousa interativa digital com sistema multimídia. Os alunos podem utilizar os laboratórios e biblioteca virtuais.

Satisfeito com a estrutura apresentada, o assessor Especial para Assuntos Internacionais, Inovação, Inclusão Social Produtiva e Diversidade, Franclin Costa, ficou entusiasmado com o que encontrou. “Sou apaixonado pela educação. Precisamos mostrar para a sociedade que o sistema prisional deixou de ser muralha para ser ponte de ressocialização”, disse.

O MEC estruturou um plano de trabalho a ser desenvolvido no país. Entre os eixos de destaque, está a educação em prisões. Franclin reconhece que o modelo de educação tecnológica da Sedectes é pioneiro e pode ser implantado em todo o Brasil.

Para o subsecretário Márcio Portes, é importante a união entre universidade, governo e empresa para desenvolver projetos de sucesso. “A educação é transformadora e libertária. Com a autoestima elevada, a pessoa muda e se sente útil para a sociedade”, destacou.

Além da Uaitec em Ribeirão das Neves, o representante do MEC visitou o Seed, importante programa de apoio a empreendedores nacionais e estrangeiros que desenvolvem projetos de base tecnológica no Estado. A Uaitec de Belo Horizonte também foi ponto de visita. O assessor conheceu o polo e todo o material didático que está sendo usado nos cursos de idiomas e tecnologia da informação.