Workshop de cooperação internacional entre Minas Gerais e Holanda
Evento busca promover a interação entre empreendedores e pesquisadores para o desenvolvimento da ciência aplicada
Publicado: 09/03/2016 14:32


Nesta terça-feira (08), a Fapemig recebeu agentes de inovação e ciências de Minas Gerais e da Holanda, com o objetivo de fortalecer as relações entre suas instituições. Durante toda a manhã, pesquisadores e empresários debateram oportunidades e contaram sobre suas experiências e projetos em ciências aplicadas, focados nas áreas de sustentabilidade ambiental, tecnologia em recursos hídricos, agricultura e energia, e química sustentável.

O Workshop Internacional teve como objetivo estimular a articulação entre tomadores de decisão, pesquisadores e empresas de Minas Gerais e da Holanda na busca de soluções tecnológicas para a indústria mineira. O evento foi promovido pela Fapemig e pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, em parceria com SIA (Dutch Research Council), Nuffic Neso Brazil e Living Lab Biobased Brazil.

O workshop faz parte de uma sequência de eventos promovidos entre o país europeu e o Estado de Minas Gerais, com o objetivo de aproximar instituições ligadas à área de pesquisas, ciência e tecnologia. Segundo o Subsecretário de Ensino Superior, Márcio Portes, “Minas está caminhando para estreitar ainda mais os laços entre os países, com o intuito de desenvolver pesquisas aplicadas em parceria, facilitando e promovendo a troca de conhecimento”.

Com uma programação que buscou integrar os participantes e abriu espaço para uma discussão aprofundada em relação às iniciativas dos centros de pesquisa, incubadoras e universidades, o Workshop contou com palestras e momentos de interação, apresentando projetos diversos realizados a partir da conexão entre governo, empresas e academia.

Para Rolf Bossert, Líder de Projeto do Conselho de Pesquisa da Holanda, os resultados da ciência são sempre melhores quando inseridos em um contexto internacional. “Estamos muito felizes em estar aqui e em fortalecer esta cooperação, cientes de que ambos os países precisam de inovação e de que podemos desenvolvê-la juntos”, afirma.