Sedectes apresenta perspectivas de negócios para representantes políticos e empresariais do Vale do Aço
O encontro teve como objetivo apresentar aos gestores e empreendedores as novas perspectivas de negócios para o estado de Minas Gerais e, em especial, para o Vale do Aço.
Publicado: 10/06/2019 18:30 | Atualizado: 11/06/2019 11:37
ARMVA / Sedectes ARMVA / Sedectes

Representantes dos poderes executivo e legislativo e lideranças do setor empresarial dos quatro municípios da Região Metropolitana do Vale Aço (RMVA) estiveram reunidos com o superintendente de Atração de Empreendimentos e do Comércio Exterior da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Eduardo Drumond Brito. O encontro, mediado pelo diretor-geral da Agência de Desenvolvimento da RMVA, João Luiz Teixeira Andrade, teve como objetivo apresentar aos gestores e empreendedores as novas perspectivas de negócios para o estado de Minas Gerais e, em especial, para o Vale do Aço.

Durante a reunião, realizada na tarde de sexta-feira (7/5), o superintendente também ouviu diversas sugestões de projetos e coletou informações das potencialidades e demandas da região. Como novos possíveis segmentos em desenvolvimento em Minas, o superintendente ressaltou o setor de gás, tratamento de resíduos sólidos e tecnologia. 

"O setor de gás no Brasil passa por uma liberalização, isso irá gerar muitos negócios. Outro exemplo é a tendência das prefeituras de tratarem o resíduo sólido, será também uma oportunidade de novos empreendimentos. No campo da tecnologia, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico está no processo de atração de um grupo chinês para produzir, em Minas Gerais, veículos movidos a hidrogênio, para isso será necessário criar uma infraestrutura para esta cadeia industrial. O polo metalomecânico pode ser um setor de peso para capturar estes negócios que possuem afinidade com o Vale do Aço", ressaltou o superintendente.

O superintendente ainda frisou que o fomento à produção e geração de riquezas tem sido uma das prioridades do Governo de Minas. A visita ao Vale do Aço faz parte de um conjunto de ações para aproximar a equipe governamental da realidade dos municípios de todas as regiões do estado.

"O Governo de Minas tem dado ênfase no Desenvolvimento Econômico. Para dar suporte à economia, temos que entendê-la. Estamos realizando as aproximações para identificar as oportunidades de contribuição para o desenvolvimento. O Vale do Aço tem maturidade tecnológica e política para capturar novas oportunidades de negócios a curto e médio prazo que estão surgindo. Além do setor industrial, a região tem um potencial para o fomento de comércio, serviços e o turismo", completa Eduardo Brito.

O superintendente ainda destacou que a Agência de Desenvolvimento da RMVA é fundamental para as ações do Governo pensadas e destinadas para o Vale do Aço. “A Agência é sensor do Governo na região. É por meio da colaboração dela com as secretarias que o Governo contribuirá para o desenvolvimento. Viemos aqui devido a articulação da agência, por exemplo. A nossa ideia é trabalhar de forma complementar, para evitar redundâncias e otimizar resultados”, avalia Eduardo. 

Para o diretor-geral da Agência, João Luiz, a vinda de representantes do Governo de Minas confirma a coesão entre os órgãos. “As visitas do superintendente, de outros representantes e do próprio governador Romeu Zema demonstram a sintonia e interlocução da Agência de Desenvolvimento com os demais setores do Governo. A gestão tem orientado e nos cobrado em investir nos temas voltados para o desenvolvimento da região. Isso norteou o nosso processo seletivo, anunciado anteriormente, para abrirmos novas frentes de trabalho. Estamos avançando em novas agendas com outras secretarias do estado e, com isso, novas demandas”, avalia João Luiz.