Cemig é a única representante do setor elétrico das Américas listada no Índice Dow Jones de Sustentabilidade 2021 - 2022
Empresa permanece na seleção por 22 anos, desde a sua criação, e foi incluída também entre destaques de mercados emergentes
Publicado: 17/11/2021 12:25 | Atualizado: 17/11/2021 12:27
Foto: Divulgação / Cemig Foto: Divulgação / Cemig

A Cemig é a única empresa do setor elétrico das Américas a ser listada, juntamente com outros seis empreendimentos do setor, todos europeus, no Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI World 2021/2022). Com base na análise de desempenho dos pilares de sustentabilidade, o DJSI lista as empresas que se destacam por suas práticas de gestão social, ambiental e econômica. 

Além disso, a Cemig também foi incluída no índice DJSI Emerging Market, que reúne empresas que se destacaram nos mercados emergentes.

O presidente da companhia, Reynaldo Passanezi Filho, comemora a permanência no índice e acredita que o reconhecimento se deve às boas práticas adotadas pela empresa há mais de duas décadas.

“A Cemig se dedica diariamente a entregar soluções rumo a um crescimento sustentável do estado de Minas Gerais, provendo a inovação e a sustentabilidade como estratégias nas tomadas de decisão para atender aos interesses de nossos stakeholders (público de interesse). Em relação ao ano anterior, nossa nota melhorou três pontos, atingindo a pontuação máxima em 12 dos 28 temas avaliados", destaca Passanezi.

Seleção criteriosa e reconhecimento mundial

O DJSI World é um índice composto por ações das maiores empresas do mundo, que, em seus diferentes setores econômicos, se destacam pelo desempenho em sustentabilidade e por adaptação às tendências de mercado, sendo capazes de criar valor para os acionistas nos médio e longo prazos.

Anualmente, a composição do índice é renovada, sendo referência mundial para investidores e agências financeiras internacionais para tomada de decisão em iniciativas socialmente responsáveis. A nova composição do DJSI World reúne 322 empresas, selecionadas a partir de um conjunto de 3.455 empreendimentos de diversos setores econômicos. 

No setor elétrico, foram selecionadas sete empresas, a partir de um universo de 63. Os empreendimentos foram avaliados segundo um questionário e, também, por meio de informações públicas disponíveis em relatórios anuais financeiros e de sustentabilidade. A seleção foi conduzida pela S&P Global, sendo todo o processo auditado pela Deloitte.