Governo de Minas vai realizar mais duas edições do Circuito Mineiro de Oportunidades e Negócios
Os eventos presenciais acontecem nos dias 11 e 18 de novembro, em Araçuaí e Montes Claros, respectivamente, com boas perspectivas para novos negócios
Publicado: 27/10/2021 11:43 | Atualizado: 27/10/2021 21:09
Foto: Divulgação Sede Foto: Divulgação Sede

O Circuito Mineiro de Oportunidades e Negócios (CMON), promovido pela diretoria de Apoio aos Pequenos Negócios e Cooperativismo, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), está com suas atividades a todo vapor, contemplando, para o mês de novembro deste ano, mais duas edições presenciais do projeto. Nos dias 11 e 18 de novembro, vão acontecer, respectivamente, em Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, e em Montes Claros, no Norte de Minas, a 3ª e a 4ª edição presencial.

A 2ª edição do evento, que foi realizada em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, no último dia 19 de outubro, reuniu cerca de 30 fornecedores locais e redes supermercadistas do município, entre elas, Atacadão, Atacaforte, Big Mais, Coelho Diniz, além dos empórios Casa do Queijo e Canudinhos, acumulando 76% de volume de negócios em andamento logo após a realização do evento.

O resultado positivo da 2ª edição do evento em Governador Valadares, segundo a diretora de Apoio aos Pequenos Negócios e Cooperativismo, Eneila Loiola, se deu graças ao impulso para a formação de colaborações lucrativas entre os setores envolvidos e também a importantes parcerias com o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene), a Prefeitura de Governador Valadares, a Associação Comercial e Empresarial de Governador Valadares (ACE), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG) e a Associação Mineira dos Supermercados (Amis) responsável pela articulação com os supermercados e as demais entidades que contribuíram para mobilizar os segmentos envolvidos no circuito  no município.

“O CMON favorece as novas conexões de negócios entre as empresas participantes, bem como evidencia o desempenho de pequenos negócios como fornecedores para a rede varejista de supermercados, impulsionando a economia local. A realização do circuito tem consolidado parcerias de sucesso”, destaca Eneila Loiola.

Troca positiva de experiências

Na ocasião, fornecedores participaram de uma palestra preparatória sobre inteligência dos pequenos negócios para acesso a mercados, além disso, os participantes puderam usufruir de momento de conversa e troca de experiências com os proprietários de supermercados compradores, que explicaram políticas de compras, bem como deram depoimentos sobre a importância e o reconhecimento de fornecedores locais.

De pequeno empresário a dono de supermercado

Palestrante da edição do CMON de Governador Valadares, o empresário Marcone Aparecido Nunes de Miranda, diretor-presidente da Big Mais Supermercados, rede que concentra cinco lojas e dois centros de distribuição, contou sua inspiradora história para os pequenos produtores e microempresários locais.

Filho de pequeno produtor de queijo, o empresário nascido em Guanhães cresceu acompanhando seu pai nas vendas e acumulando experiências profissionais em Governador Valadares, seja atuando como lavador de motos e vários empregos no comércio local. O pontapé para o empreendedorismo se deu com a criação do pequeno açougue Carnes e Laticínios Formosa e, na sequência, a rede Big Mais Supermercados.

“Contei a minha trajetória profissional de muitos aprendizados e, principalmente, sobre minha experiência como pequeno produtor, ajudando meu pai na venda dos queijos. Superar a dificuldade de produzir e depois ele não ter a certeza de onde irá vender o produto é o principal desafio do pequeno produtor. Daí a importância do circuito em propiciar um ambiente onde se possa trocar experiências e efetivar vendas futuramente. Na rede Big Mais, valorizamos produtos de qualidade e de valorize as famílias daqui porque isso agrega valor aos negócios”, afirmou o empresário, que emprega 1.300 colaboradores e tem realizado pequenos projetos de responsabilidade social na região.

 

 

Fomento aos negócios

Além de fomentar o crescimento dos negócios e contribuir para a expansão da economia local, o circuito promove o encontro entre fornecedores e compradores, destacando o crescimento dos pequenos negócios locais, formados por cooperativas, produção familiar, associações, microempresas e empresas de pequeno porte, que fabricam produtos artesanais e de qualidade diferenciada.

A administradora do Churrasfrigo, Júlia Rodrigues, comemora a boa fase pela qual a empresa familiar fabricante de linguiças artesanais e carnes temperadas (de boi e asa de frango) está passando.  Para ela, a participação na 2ª edição da CMON foi gratificante na medida em que tanto ela quanto seus pais, Fernando e Marcélia Pinto, puderam agregar conhecimento, com dicas relevantes para melhorar a atuação da Churrasfrigo.

“O circuito é uma oportunidade de aprendizado e também de efetivar contatos importantes com possibilidade de  negociações futuras com compradores participantes do evento, uma vez que nós apresentamos a linguiça defumada, produto que tem excelente aceitação no mercado pela boa qualidade da matéria-prima e do produto final”, acrescenta.