ARMBH apresenta estudos sobre sistemas de transporte coletivo da Grande BH
Análise tem o objetivo de gerar subsídios para a elaboração do PlanMob-RMBH com foco na sustentabilidade
Publicado: 21/10/2021 14:01 | Atualizado: 21/10/2021 14:04
Foto: Divulgação ARMBH Foto: Divulgação ARMBH

O transporte público coletivo na Grande BH foi tema de mais uma reunião do Comitê Técnico de Mobilidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte (CTMob-RMBH). O encontro online ocorreu na tarde da última terça-feira (19/10), e contou com expressiva participação de entidades metropolitanas e representantes da sociedade civil.

Na oportunidade, a equipe da Diretoria de Planejamento Metropolitano da Agência RMBH e da Subsecretaria de Transportes e Mobilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), que compõem o Escritório de Mobilidade, forneceram informações sobre os produtos, cronograma de trabalho e destacaram os avanços do plano no contexto do transporte público coletivo.

O subsecretário de Transportes e Mobilidade da Seinfra, Gabriel Fajardo, abriu a reunião salientando a importância de iniciativas do órgão envolvendo o transporte público na RMBH, como as consultas públicas em curso, estudos e o Plano Estratégico Ferroviário de Minas.

Na sequência, foram apresentados os estudos sobre os sistemas de transporte público coletivo na RMBH. Estes estudos têm o objetivo de gerar subsídios para a elaboração do PlanMob-RMBH com foco na sustentabilidade do sistema de transporte público coletivo de passageiros. Foram apresentados indicadores operacionais, sobreposição de linhas, avaliação de projetos, entre outras análises. A conclusão destes estudos está prevista para dezembro de 2021.

“A construção do Plano de Mobilidade Metropolitano está utilizando metodologias modernas de levantamento de dados que subsidiarão as discussões, propostas e diretrizes para a melhoria da mobilidade da população”, afirma o diretor de Planejamento Metropolitano da Agência RMBH, Charliston Moreira.

Comitê Técnico de Mobilidade

O CTMob foi criado, em 2010, para oferecer apoio técnico-consultivo à tomada de decisão do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento Metropolitano e iniciativas diversas nas questões metropolitanas referentes à mobilidade urbana e transportes. Sua composição é primordialmente técnica e inclui representantes do poder Executivo, Legislativo, Estadual e dos vários municípios componentes da RMBH; representantes de classe de usuários e operadores dos sistemas de transporte, rodoviário e ferroviário, de carga e passageiros; academia; órgãos técnicos de classe; e entidades de participação social e da sociedade civil organizada.