Estado inaugura Uaitec na unidade prisional de Nova Lima
Recuperandos ajudaram na construção do espaço. Serão oferecidos cursos de formação e capacitação para 86 internos
Publicado: 02/07/2015 09:46 | Atualizado: 02/07/2015 09:51

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) inaugurou, nesta terça-feira (30/6), em Nova Lima, mais uma unidade da Rede Uaitec. Pela primeira vez, uma Universidade Aberta Integrada de Minas Gerais vai funcionar dentro de uma Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac).

O subsecretário de Ensino Superior da Sectes, Márcio Rosa Portes, acompanhado do prefeito do município, Cassio Magnani Júnior, do ouvidor geral do Estado, Fábio Caldeira, do secretário de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, e do juiz da Vara Criminal e da Infância e Juventude, Juarez Morais de Azevedo, inauguraram o espaço. “Queremos uma educação inovadora. Cursos de boa qualidade com parcerias entre as universidades estaduais serão ofertados”, destacou o subsecretário.

A iniciativa integra a ação conjunta Digna Vida, criada e articulada pela Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais (OGE) junto à Sectes e as secretarias de Defesa Social, Educação, Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, além do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Movimento Conspiração Mineira pela Educação, entre outros órgãos e entidades do Governo de Minas Gerais.

O objetivo é estimular a capacitação técnica e educacional no ambiente carcerário com vistas à profissionalização e posterior ressocialização dos recuperandos, contribuindo para a ampliação da política pública de geração de renda no ambiente prisional, por meio do estímulo ao trabalho e inserção de cursos profissionalizantes e de empreendedorismo.

Ao todo os internos terão à disposição cerca de 120 cursos, com aulas online, já oferecidos pela rede Uaitec. Além disso, a Conspiração Mineira pela Educação já iniciou as conversas para a criação de uma grade específica para as Apac's, com cursos de formação e gestão.

Atualmente, o local abriga 86 recuperandos, sendo 40 em regime fechado, 30 no semiaberto e 16 no aberto. Ao todo são três salas, sendo duas de videoconferência e outra de inclusão digital com 17 computadores e equipamentos que permitem a realização dos cursos à distância. 

A inauguração da Uaitec faz parte das comemorações dos 13 anos da unidade prisional. Na cerimônia, também foi lançada a pedra fundamental para a construção da Apac feminina da cidade.

Divulgação: Agência Minas