Paulo Beirão é designado para presidência da Fapemig
O mandato como presidente da Fapemig tem a duração de três anos
Publicado: 16/11/2020 15:09 | Atualizado: 16/11/2020 16:10
Foto: Divulgação / Fapemig Foto: Divulgação / Fapemig

Paulo Sérgio Lacerda Beirão assume a presidência da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). A designação, assinada pelo governador do Estado, foi publicada no Diário Oficial deste sábado, 14/11. O mandato tem a duração de três anos, com possibilidade de recondução. 

Beirão estava à frente da Fapemig, como interino, desde abril deste ano, quando Evaldo Vilela, então presidente da Fundação, foi convidado a assumir o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Nesse período, ele acumulou a presidência interina com o cargo de diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação. 

Como previsto no estatuto da Fapemig, a escolha do governador se baseou em uma lista tríplice indicada pelo Conselho Curador da Fundação. Até a escolha de um novo diretor de CTI (o que também é feito por meio de lista tríplice elaborada pelo Conselho Curador), Beirão responderá por essa diretoria. 


Experiência 

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mestrado em Biofísica e doutorado em Ciências pelo Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Fez pós-doutorado na University of Leicester (UK). Professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da UFMG, foi research associate da University of Pennsylvania e do Jefferson Medical College e Honorary Research Fellow da University of Leicester. 

Foi presidente da Sociedade Brasileira de Biofísica (1994-1996) e da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular (2006-2008), vice-presidente da Sociedade Brasileira de Toxinologia e Pró-reitor de Pesquisa da UFMG (1998-2002). Foi presidente do Conselho Curador da Fapemig (2010-2011) e participou como representante da comunidade científica de várias comissões ligadas a Educação, Ciência e Tecnologia, como o Conselho Deliberativo do CNPq, Conselho Consultivo da Finep, Comitê Gestor do CTInfra, Comissão de Coordenação do Pronex e Comissão Coordenadora da elaboração do Plano Nacional de Pós-Graduação 2011-2020. Atualmente, é conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). 

Recebeu Prêmio Fundep 2012. É comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico e membro titular da Academia Brasileira de Ciências. Foi diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde do CNPq de fevereiro de 2011 a agosto de 2013, e Diretor de Cooperação Institucional do CNPq (julho de 2014 a abril de 2015). Assumiu a diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapemig em 2015.