Secretaria de Desenvolvimento Econômico inicia retorno gradual do trabalho presencial
Retomada das atividades ocorrerá de forma gradual e progressiva no prazo de até dez dias, a contar da próxima segunda-feira (19/10).
Publicado: 16/10/2020 15:54 | Atualizado: 19/10/2020 10:53
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Com a inclusão da região Central do estado na Onda Verde do Plano Minas Consciente, medida que passa a valer a partir deste sábado (17/10), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede) inicia a retomada gradual do trabalho presencial de seus servidores. Respeitando todas as medidas de segurança para a prevenção de contágio pelo coronavírus, o retorno irá contemplar, prioritariamente, os serviços que tiveram sua prestação impactada negativamente durante o teletrabalho.

A distribuição dos servidores seguirá o layout estabelecido pela Coordenadoria Especial da Cidade Administrativa (Cecad) e pelo Centro de Operações Emergenciais (COES Minas Covid-19), que prevê estações de trabalho vazias ao lado e à frente das ocupadas. O percentual máximo de servidores, empregados públicos e colaboradores que poderão retornar ao trabalho na Cidade Administrativa diariamente é de 20%. Os gestores podem ajustar a jornada de trabalho das equipes de forma a evitar a concentração de pessoas nos espaços comuns e nos horários de pico.

Resolução Sede

De acordo com a Resolução Sede Nº 28, de 22 de setembro de 2020, as prioridades para manutenção do teletrabalho permanecem as definidas pelo Comitê Extraordinário Covid-19, sendo elas: o servidor que possuir idade igual ou superior a 60 anos; for portador de condições clínicas de risco para desenvolvimento de complicações pela Covid-19; for gestante ou lactante; ou possuir filho ou dependente legal em idade escolar, até que sejam retomadas as aulas presenciais nas escolas públicas e privadas.

Retorno presencial

Os servidores convocados para o trabalho presencial serão comunicados pelos gestores de suas áreas e a Diretoria de Recursos Humanos (DRH) ficará responsável pelo esclarecimento de eventuais dúvidas.

Vale destacar que o uso de máscaras de proteção é obrigatório em todos os espaços durante o período de permanência na Cidade Administrativa e os servidores deverão manter distância de segurança de dois metros de outras pessoas, além de respeitar a indicação de capacidade máxima de todos os locais de uso comum, como banheiros, copas, refeitórios e restaurantes. Todos os outros cuidados referentes à higienização das mãos; limpeza e desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, a exemplo do telefone; e o não compartilhamento de objetos pessoais também continuam valendo.