Secretaria de Desenvolvimento Econômico promove logística para doação de lãs aos artesãos do Vale do Jequitinhonha
Mais de 2.500 novelos foram doados pela Entidade Social Ambulatório Praia do Pinto
Publicado: 16/10/2020 11:46 | Atualizado: 19/10/2020 10:57
Foto: Divulgação Sede Foto: Divulgação Sede

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Diretoria de Artesanato, está no Vale do Jequitinhonha para repassar 2.500 novelos de lã doados pela Entidade Social Ambulatório Praia do Pinto aos artesãos mineiros. A obra social, instalada no Rio de Janeiro, encerrou suas atividades após 60 anos de atuação e ofereceu ao Governo de Minas Gerais toda a matéria-prima que estava no estoque, além de telas de étamine e revistas de conteúdo de bordado da técnica Arraiolo.

A Entidade, além de promover saúde à moradores da região do Rio de Janeiro, sempre ofereceu oficinas de artesanato da técnica de bordado de lã semelhante aos tapetes Arraiolos de Portugal. Com o fim das atividades, doou o material à Sede, no intuito que fosse repassado para entidades que realmente necessitam deste estoque, que tem a lã como matéria-prima, essencial para desenvolver sua produção artesanal.

As entidades beneficiadas com a doação foram a Cooperativa Artesanal Regional de Diamantina (Cardi), Associação dos Artesãos de Veredinha (Artever), Associação de Produtores e Artesãos de Roça Grande - Berilo, Associação dos Artesãos de Turmalina (Astur) e a Associação Comunitária dos Artesãos de Turmalina - Soarte.

De acordo com o diretor de Artesanato da Sede, Thiago Tomaz, todo o material entregue nestas ações está sendo bem acolhido neste momento de pandemia. “Em relação às cinco associações que receberam as lãs, por exemplo, nenhuma recebe recursos financeiros nos seus caixas para comprar matéria-prima”, afirma.

Para a efetivação dessas doações, o governo conta com o apoio dos parceiros, Sebrae Minas, o Centro Nacional de Pesquisa e Cultura Popular - Museu Edison Carneiro e o Centro de Artesanato Mineiro.

Na região do Jequitinhonha para realizar as entregas, o diretor de Artesanato, Thiago Tomaz, aproveitou a oportunidade para fazer outra ação. Realizada pela Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) e o Sesc, por meio do Programa Mesa Brasil, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico apoia mais uma fase do Programa Arte Salva.

“Estamos entregando, na região do Vale do Jequitinhonha, 400 cestas básicas a famílias de artesãos mineiros que estão inscritos por meio das entidades no Programa Arte Salva”, explica Thiago Tomaz. Os municípios contemplados são: Almenara, Araçuaí, Caraí, Francisco Badaró, Itinga, Jacinto, Jequitinhonha, Pedra Azul, Ponto dos Volantes, Berilo, Chapada do Norte, Minas Novas, Turmalina, Capelinha e Diamantina.

Para a logística dessas entregas que já começaram e serão concluídas nos próximos dias, o Governo de Minas conta com a parceria do Sesc da unidade regional de Almenara e com o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene), parceiro e incentivador do artesão mineiro.