Governador e secretário-adjunto da Sede participam de lançamento do projeto de expansão da Liasa, em Pirapora
Serão investidos R$ 360 milhões, com previsão de geração de 650 empregos diretos
Publicado: 21/09/2020 13:46
Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG

O governador Romeu Zema participou na tarde desta quinta-feira (17/9), em Pirapora, região Norte de Minas, do lançamento do projeto de expansão da unidade fabril da empresa Ligas de Alumínio S.A – Liasa. Serão investidos R$ 360 milhões no empreendimento, com previsão de geração de 650 empregos diretos.

Zema ainda visitou o Vapor Benjamim Guimarães, importante atrativo turístico do município e região, que será restaurado para reativar a sua operação.

Romeu Zema destacou a importância dos investimentos da empresa no processo de reativação econômica do estado.

“Sabemos que a pandemia teve, além do lado negativo das perdas de vidas, a questão da retração econômica, que custou muitos empregos. E a nossa grande prioridade neste momento é reativarmos a economia. Quero cumprimentar os diretores da empresa pela fé em Minas Gerais e no futuro”, afirmou o governador.

Constituída há mais de 50 anos, a Liasa, atualmente, opera quatro fornos elétricos de redução, com capacidade total instalada de 133,5 MVA e capacidade de produção de 72.000 toneladas/ano de silício metálico.

Zema também reforçou o compromisso de sua gestão em criar um bom ambiente de negócios em Minas Gerais.

“O governo está fazendo tudo o que está ao seu alcance. Desde que eu assumi nossa pauta é simplificar, desburocratizar e remover obstáculos que existem para quem quer investir, criar empregos e riqueza. E nós temos conseguido”, disse o governador, lembrando o lançamento do Avança Minas, plano de retomada econômica inclui R$ 1 bilhão em obras e ações de desburocratização. Foram dispensados alvarás de funcionamento de 642 atividades econômicas consideradas de baixo risco, além da revogação de 139 normas, reduzindo contradições de entendimentos de órgãos e legislações federais.


Turismo

Romeu Zema também visitou o Vapor Benjamim Guimarães e destacou a importância dele para a região e o turismo mineiro. Em parceria com o governo federal, serão investidos R$ 3,7 milhões na recuperação da embarcação.

“O turismo em Minas Gerais é muito importante, nós temos as cidades históricas, temos os parques naturais, os lagos, nossa gastronomia, e sabemos que Pirapora, pelo Rio São Francisco, tem pelo Benjamim Guimarães um atrativo. E conseguimos esta verba com o governo federal para que o mesmo seja restaurado e volte a operar”, afirmou o governador.

Um dos um dos últimos no mundo, o Vapor Benjamim Guimarães tem sua história relacionada diretamente com o processo de implantação da navegação comercial no rio São Francisco entre a segunda metade do século 19 e meados do século 20, participando como referência fundamental na paisagem do rio e na memória cultural coletiva local, regional e nacional.

Construída em 1913, a embarcação é tombada pelo patrimônio estadual desde 1985. Por recomendação da Capitania dos Portos teve suas atividades interrompidas em 2015, devido às más condições.

O secretário de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, e o chefe do Gabinete Militar e coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Osvaldo de Souza Marques, participaram das agendas em Pirapora, além de deputados, prefeitos, vereadores e lideranças da região.