BDMG utiliza 100% do limite disponibilizado pelo governo federal para operação do Pronampe
Ação busca fomentar o desenvolvimento econômico durante o período de pandemia
Publicado: 17/07/2020 17:14
Foto: Deposit Photos Foto: Deposit Photos

Seis dias depois de iniciar a operação do Pronampe, o BDMG já tem, direcionados para a contratação, 100% dos R$ 214 milhões disponibilizados pelo governo federal. A marca foi atingida nesta sexta-feira (17/7) e os primeiros desembolsos já começaram a ser realizados ontem.

O BDMG acompanha com atenção as tratativas políticas em curso para a suplementação dos recursos do Pronampe, com objetivo de voltar a oferecer esta linha de crédito às micro e pequenas empresas (MPE) clientes.

No 1º semestre, antes de aderir ao Pronampe, o BDMG destinou R$ 188 milhões para as MPE, alta de 110% em relação ao mesmo período de 2019. Durante o ano passado inteiro, foram desembolsados R$ 180 milhões. A expectativa para 2020 é mais do que dobrar este valor.

Sobre o programa

A linha Pronampe opera com juros de 1,25% ao ano + Selic, com prazo total de 36 meses, sendo oito meses de carência. O crédito poderá ser aplicado em capital de giro ou em investimentos, com limite máximo de contratação de 30% da receita bruta da empresa em 2019.

Como diferencial na operação do Pronampe, o BDMG não exige a contratação de outros produtos para ter acesso ao crédito, como ocorre em muitos bancos comerciais, nem a necessidade de abertura de conta bancária.